Tem uma que foi renovada, tem outra que nasceu por acaso, mais uma que foi salva e outra que foi resgatada do lixo. E o que elas têm em comum? Todas passaram por uma transformação feita com essas duas mãozinhas aqui e isso dá um orgulho danado! 
Quer um pouquinho de inspiração para dar uma melhorada nas mesinhas aí da sua casa? Então se liga só nas pequenas-grandes mudancinhas das minhas! Quem sabe o pontapé inicial que você tanto queria não está por aqui heim? 🙂
Mesinha Candy
Essa mesinha já rodou meia casa e nada de ser reaproveitada. Teve uma vez que desci pro play do meu prédio com ela por falta de espaço aqui em casa e ela simplesmente desapareceu. Semanas atrás alguma alma caridosa encontrou a bichinha num depósito secreto (até hoje não sei onde é) e não pensei duas vezes, dei logo uma guaribada! 🙂
1 – A mesinha era assim, sem graça, sem graça. O tampo de vidro me incomodava um pouco por que tudo que eu colocava por cima não ficava legal por conta dos pés de ferro sempre aparentes. 
2 – A solução foi mega fácil: Tinha uma pedaço de eucatex perdido por aqui e tratei de cortá-lo com a minha tico-tico no formato do tampo de vidro. Isso resolveria o meu problema com a transparência do vidro. 
3/4/5 – Pra que a coisa ficasse mais profissa, peguei um resto de esmalte sintético a base de água na cor cinza e pintei o eucatex em duas demãos. 
6/7- Depois de pintada já estava bonito, mas achei que poderia ficar ainda mais. Isolei a metade do eucatex com fita crepe na diagonal e tasquei tinta em spray na cor rosa. O mais bacana foi a diferença entre acabamentos já que a tinta esmalte era fosca e a spray brilhosa, adorei esse mix de acabamentos. 
8 – Depois foi só dar uma lixada na base de ferro e lançar uma tinta em spray na cor cinza claro pra modernizar um pouquinho. 
9 – Nem precisava do tal tampo de vidro mas coloquei-o de volta para proteger melhor a peça.
O resultado ficou tão gracinha que eu quase sinto cheirinho de bala! 🙂

Mesinha Tronco
Essa mesinha foi “nascida” já que foi criada do nada. Ops, do nada não! Estava passando por botafogo e uma equipe de conservação do “Parques e Jardins” colocava pedaços de uma árvore derrubada (segundo eles ela estava seca) dentro de um caminhão. Não pensei duas vezes: Encostei o carro e pedi dois pedacinhos (pesados pra carvalho) para os funcionários. Pra você ter uma ideia do peso dos danadinhos, foi preciso dois homens pra carregar cada pedaço. Me ferrei pra tirar do carro quando cheguei em casa mas o esforço super valeu a pena!

Para transformar um simples tronquinho numa mesinha charmosa só foi preciso uma boa lixada, duas demãos de verniz incolor brilhoso e quatro pezinhos de ferro pintados com tinta spray que eu já tinha em casa. 
Uma mesinha vapt-vupt nasceu do acaso pra deixar a casa da mamãe orgulhosa ainda mais feliz.

Mesinha Prateleira
O dia de desmontagem do Morar Mais 2013 (no qual participei com o Estúdio da Chef) foi uma loucura! Assim que as portas do último dia de evento se fecham é necessário começar a desmontagem dos ambientes para que a casa seja entregue aos seus responsáveis. Imagina só a quantidade de coisas bacanas (tipo pisos, revestimentos, prateleiras, móveis e plantas) acabam indo pra caçamba de lixo. Pois foi na caçamba de lixo na frente da casa que eu encontrei essas duas belezuras. Fiquei um tempo com elas aqui em casa sem saber o que fazer mas um dia veio o insight: Virariam minhas novas mesinhas de cabeceira!
1/2 – As prateleiras estavam novinhas mas eram um tanto quanto sem graça. 
3/4 – Tratei logo de dar uma boa lixada e aplicar duas demãos de tinta spray fosca na cor rosa antigo. 
5 – Como as prateleiras eram de embutir e eu não tinha seus suportes originais dei uma improvisada que deu super certo: Fixei lateralmente uma mão francesa que já tinha em casa e pronto! 
6 – Depois da tinta seca foi só encaixar a prateleira na mão francesa. 
Se liga na mesinha lixo-luxo que eu fiz! Tô orgulhosa de mim até agora! 🙂
Mesinha Azulejo
Eu havia comprado a mesa de centro da minha sala num brechó há alguns anos atrás e ela era meu xodó. Tudo correu bem por vários meses até o dia em que, misteriosamente, seu tampo de vidro apareceu trincado. Nessa altura do campeonato não adiantava tentar achar o culpado pela façanha, eu tinha que concentrar minhas energias em tentar resolver o problema. 
Uma coisa que estava fora de cogitação seria trocar o vidro porque um vidro bisotado de 6 milímetros medindo 1 metro de diâmetro não sairia a coisa mais baratinha do universo né? Depois de analisar as minhas opções a solução me veio num estalo: Lancei mão dos lindos azulejos adesivos que ganhei de presente da Con-tact! Não só camuflei o problema como fiz a minha mesinha ainda mais feliz! 
Dá só uma olhada no depois e me diga se não há males que vêm para o bem! 🙂
 
E aí minha gente?! Curtiram minhas mesinhas super poderosas? Deu pra aproveitar alguma solução pra usar aí na sua casa? Conta aê!!! E não esquece de dividir com os coleguinhas alguma ideia super poderosa que você já teve pra inspirar a gente também! Tô doida pra saber TU-DO! 🙂

Comentários

Comentários